Guilherme Monteiro brigando com peixe durante pesca de barranco.

Pesca de barranco é um desafio mais emocionante, pois estamos num encontro mano a mano com os predadores.

Peixes desafiadores, como os ferozes dourados e as famigeradas traíras são muito buscados por todos pescadores nesta modalidade.

Temos que lembrar que por não estarmos embarcados, podemos ter uma dificuldade bem maior na briga, pois não temos vantagem alguma sobre o peixe, e os grandes exemplares podem se fazer valer desta situação para escapar fácil, ou mesmo rebentar nossa tralha.

 

Cuidados com a tralha na pesca de barranco

 

A prudência nos recomenda utilizar uma tralha um pouco mais porrada neste caso, reforçando o material para este tipo de pescaria.

Vara e linha devem ser um pouco mais resistentes que o utilizado habitualmente, pois em muitas situações precisaremos tracionar mais, já que o peixe pode buscar abrigos em estruturas e pauleiras, e termos em mãos um material mais robusto vai ser a diferença entre a captura do troféu e a amarga lembrança da escapada dele.

Dizem os pescadores que o maior sempre escapa, e isso pode vir a ser uma verdade quando estamos pescando de barranco.

Guilherme Monteiro durante pesca de barranco.

Não arrisque sua tralha. Aumente um pouco a libragem da vara e linha para este tipo de encontro. Isso em nada diminuirá a esportividade, sempre lembrando da regra fundamental do equilíbrio na hora de montar um conjunto de pesca.

É evidente que não se pode exagerar, mas cautela nessa modalidade só irá auxiliar você. Aproveite os locais onde pescar assim é possível, tenho certeza que qualquer pescador curtirá muito esse tipo de pescaria, pois as chances dos peixes aumentam e a alegria e emoção da conquista também.

Boas fisgadas.

Texto: Guilherme Monteiro (Colaborador da Revista Pesca & Companhia e Pro Team Pesca Pinheiros)

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *