Em tratando-se de pescaria, ouvimos as mais variadas regras, ditas muitas vezes como se fossem dogmas, modelos a serem seguidos, padrões de comportamento dos peixes, o que de fato, na maioria das nossas saídas vai figurar como uma verdade. Mas e as exceções? Podemos a qualquer instante numa pescaria fazer algo totalmente inusitado, fugir do padrão, e assim conquistar um troféu inesquecível.

Foi assim que consegui o maior peixe da minha vida no baitcasting ( até hoje), um enorme Surubim pintado. E foi diferente de qualquer coisa a ser pensada, pois estava pescando no rio Uruguay os grandes dourados, era o auge do verão, e o dia estava muito, mas muito quente, com temperatura chegando próxima dos 40 graus, uma situação totalmente diferente no que diz respeito as preferências de um peixe de couro como este. O Surubim se move e alimenta-se mais no frio do inverno, e a modalidade mais usual para sua captura é o currico, ou seja, tudo levaria a crer que não era possível capturar um peixe destes, no arremesso, em pleno calor infernal de verão.

Ai que esta, costumo afirmar que em tratando-se de pescaria, a regra é não ter regras, pois o inusitado pode vir a se tornar uma lembrança inesquecível, é preciso acreditar sempre, e foi assim, crendo no impossível, que eu, após alguns arremessos nos pedrais de Salto Chico buscando dourados na superfície, resolvi ir para uma outra cancha, usando isca de meia água, e arremessando contra a barranca, na tentativa de achar um Surubim. E não é que o bicho estava lá, após algumas rodadas arremessando, resolvi usar uma isca de maior profundidade, contrariando meu guia, que alertava do risco de perder a mesma, e como quem não arrisca não petisca, eu arrisquei, e a minha aposta foi bem sucedida, diria que acertei no pleno, e conquistei o grande troféu de couro.

Por isso que temos que partir sempre do princípio da fé, acreditar é sim a grande diferença entre uma captura inesquecível, e uma pesca comum. Não somente neste caso que vivi, mas em todas as pescarias, carrego comigo isso. Mesmo nas mais difíceis situações, e até mesmo nas mais inusitadas, eu sempre vou acreditar no meu arremesso, façam o mesmo, e boas pescarias.

 

Texto: Guilherme Monteiro (Colaborador da Revista Pesca & Companhia e Pro Team Pesca Pinheiros)



Já ouviu falar do Clube de Vantagens do Pescador?

Clique aqui e conheça os nossos planos, é imperdível!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *