Guilherme Monteiro e um Apapá. Confira no blog da Pesca Pinheiros como fisgar Apapás.

Os rios estão cheios no começo da temporada de pesca, fazendo com que essa não seja a melhor época para pinchar artificiais. Existem, porém, ótimas opções para os amantes do bait casting, como os Apapás.

Também conhecidos como Sardinhões, esses peixes de coloração amarelo-dourado são extremamente esportivos e podem proporcionar excelente pescaria de artificiais.

Onde encontrar os Apapás

 

O Rio Guaporé é um ponto fenomenal para esta pescaria, sendo possível encontrar grandes cardumes e exemplares de grande porte que podem passar facilmente dos 5 kgs.

Os Apapás tem preferência pelo período de cheia e costumam se concentrar em entradas de baías e lagos, nos rebojos formados pela água que baixa para o rio.

Eles atacam na superfície e na meia água, dependendo da forma com que estiverem comendo naquele momento.

Guilherme Monteiro e um Apapá

Como fisgar Apapás

 

Precisamos fazer a leitura de seu comportamento, iniciando com pinchos de superfície. As iscas do tipo zara são bem eficazes para atrai-los, mas também podemos utilizar poppers.

Já na meia água, é possível pescarmos utilizando desde plugs do tipo minnow, com barbela para nadar entre meio metro e 1,5m de profundidade. As iscas soft, que podem imitar uma tuvira, como as x-swin e m-action, também são boas opções.

Um complicador que pode surgir no ponto de pesca são os oportunistas botos, que ao perceberem a atividade do barco, logo encostam, afugentando o cardume de Apapás.

Quando o boto aparecer, e geralmente vem em bando, é hora de procurar outro ponto, pois não adianta insistir.

Outro detalhe na pescaria dos Sardinhões dourados é que essa espécie é, em geral, arisca, portanto é preciso chegar e agir de forma mansa, evitando barulhos e ruídos.

 

Valem o esforço

 

São peixes muito esportivos, seja para atacar uma isca ou durante a briga, costumam saltar e proporcionam uma excelente disputa.

Se você ainda não pescou esta espécie amazônica, se programe para 2018.

Sua temporada alta é entre fevereiro e maio, quando as águas estão abundantes. E, além de descobrir esta nova espécie, você poderá desfrutar todas as belezas que o Rio Guaporé pode oferecer.

 

Texto: Guilherme Monteiro (Colaborador da Revista Pesca & Companhia e Pro Team Pesca Pinheiros)

 


Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *